top of page
  • Agência Utopia Marketing

O significado das cores



A influência das cores em nossa percepção subjetiva


O uso da cor adiciona uma outra dimensão a informação. Cores sugerem sua

própria mensagem subliminar, despertam sentimentos e nos envolvem.

As cores ajudam a nos orientar e deixa claro as diferenças. Podem também facilitar

o acesso à informação. Freqüentemente, a cor é percebida inconscientemente e

provocam sempre emoções.

A seguir apresento três influências da cor em nossa percepção subjetiva


A influência biológica

Baseado no nosso sistema de percepção, percebemos a cor

vermelha com muito mais intensidade, por exemplo, que a

cor azul.

Esse fenômeno está relacionado ao fato de nós termos

mais células responsáveis pela percepção da cor sensíveis a

cor vermelha ( aproximadamente 64% ) e verde

(aproximadamente 34%) e nas retinas dos nossos olhos

estão as sensíveis a cor azul (aproximadamente 2%).

Por isso na natureza encontramos poucos elementos

realmente vermelhos (a não ser as rosas e algumas flores

que de fato chamam bastante atenção).


A influência cultural


Nossa percepção da cor está fortemente ligado a

influências culturais.

Um exemplo extremo que podemos citar é com a

percepção da cor preta: enquanto a cultura ocidental deu

a essa cor uma imagem de morte e ligação com o mal, no

Egito está ligado ao nascimento e ressurreição e na cultura

hebraica significa a compreensão.

Mesmo o design corporativo é distinguido freqüentemente

por uma cor ou por uma combinação específica da cor,

utilizado normalmente como a identidade própria da

empresa, fazendo parte de sua cultura visual.


A influência individual


Todas as nossas influências e aversões a cores especiais,

o que gostamos e não gostamos podem ser levados em

conta nessa hora. A moda é muito influenciada por

nossos gostos. Por exemplo, a cor laranja era bastante

popular na década de 70 e foi utilizada por bastante

tempo, ressurgindo no início de 2000. O gradiente de

cores através de recursos CSS é um exemplo da

influência individual, da moda e tendência.

Você deve manter sempre esses tipos de influência em

sua cabeça na hora de criar um layout. Considere que a

cor é percebida de forma diferente entre as pessoas e

cabe você tentar utilizar a cor mais apropriada para o

público-alvo do seu layout (inclue-se aí o cliente que

está lhe contratando).


Vermelho



O vermelho é a cor mais forte e a que mais se destaca entre todas as cores. É a cor

mais viva e que chama mais atenção. Pode ser associado a sangue e fogo mas

também pode ser associado a amor, sensualidade e paixão.

Na Europa, essa cor era tida como cor da nobreza, pelo vermelho carmesin obtido

através de raros insetos parasitas chamado kermes.

Na Rússia, no início do século 20, utilizou o vermelho como cor da revolução. Essa

cor acompanhou todo o movimento comunista.

O vermelho também significa tanto a vida como o perigo. Pode ser também o sinal

do erro na falta de excelência ou quando se quer chamar a atenção. Os sinais de

PARE são vermelhos assim como as notícias que querem nos chamar a atenção.


Laranja



Laranja é uma cor muito viva e alegre. É sinal de força e exuberância. Na Europa é a

cor menos popular depois do marrom.

É sinal de segurança, ordem e limpeza ( por isso os garis utilizam laranja na maioria

das cidades ) e também de sociabilidade ( note a cor alaranjada da iluminação de

alguns restaurantes que nos traz a sensação de "aconchegante" ). Laranja e a cor

do budismo. No Japão e na China corresponde ao amor e a alegria e na cultura

hebraica é a cor do esplendor.

Laranja também nos remete a criatividade e a extravagância.

Amarelo



Para os índios americanos, amarelo significa morte.

Na China é a cor do imperador. Na cultura hebraica amarelo nos remete a beleza e

no Japão ao charme e a graça.

Geralmente amarelo é a cor dos asiáticos e de alguns europeus.

No Oriente Médio amarelo simboliza alegria e prosperidade.

Verde



Verde é a cor da natureza, do novo e da vida. Verde é a cor da primavera e da

esperança. Nos remete a estabilidade, ao descanso e a paz. Traz um efeito

confortante e relaxante.

Por muito tempo o verde foi associado a nocivo, estragado e indigesto. Os índios

americanos associam o verde a paz, já no cristianismo, o verde é a cor do espírito

santo; e no islamismo, verde é a cor do Profeta e da religião. Os chineses associam

a fertilidade com a cor, os irlandeses tem o verde como sua cor nacional. Para os

budistas, verde é a cor da vida e para a cultura hebraica a cor da vitória.

Na França, verde é cor de azar, por esse razão os carros verdes não são muito

populares por lá. E os hindus consideram o verde a cor da morte.

Azul



Azul é a cor do horizonte, do céu e da eternidade. Possui um efeito reservado a

elegância. Na frente de um tranquilo azul, cores quentes (preferivelmente cores

complementares do laranja ) torna a combinação intensa.

Muitas pessoas consideram o azul sua cor favorita. Por isso, azul é uma cor

bastante popular. É considerado nobre, estável, amigável. Considerado uma cor

masculina, usado freqüentemente no mundo dos esportes.

Entretanto, azul também é a cor da sobriedade, da lógica, do pensamento e cai

bem com tecnologia.

Salas azuis nos trazem o efeito de calma ou de frio. Para os japoneses, azul é a cor

dos ordinários e vilões.

Para os budistas, azul traz a calma e o conhecimento. No Oriente Médio, azul é a

cor da fidelidade e da verdade. Na maioria das religiões, azul é a cor da divindade

maior, a cor do paraíso.

Violeta



Violeta é a cor da energia e da dominação. No Império Romano, somente o imperador

podia usar roupas com essa cor. Esse costume foi mantido na Idade Média, mas com a

adição de acessórios em violeta. Tornou-se a cor da igreja e do cristianismo como

símbolo de penitência, humildade e paixão.

Violeta é também a cor da magia e do esoterismo, o obscuro e secreto. Por volta de

1900, o movimento "art noveau" valorizou bastante o uso do violeta em salas e

preferencialmente em roupas. Depois disso a cor foi caindo em decadência.

Como as cores que representam os sexos ( vermelho = feminino, azul = masculino ),

violeta tornou-se a cor do movimento feminista da década de 70.

Rosa



Rosa é a cor da afeição e da delicadeza. Bebês vestem rosa, mas essa cor é

normalmente associado a meninas e nos remetem não só a delicadeza como ao

encantamento, amizade e juventude.

Rosa nos remete a flores, fragâncias, doces e confeitos. Normalmente tudo que se

refere a doces com sabor tutti-fruti utiliza-se o rosa.

Marrom



Na cultura ocidental, marrom é uma cor sem muita atração. Apesar de ser utilizada

amplamente em mobiliários e roupas, a maioria das pessoas dizem não gostar

dessa cor.

Marrom é a cor das fezes, dos excrementos. Cor da terra, da argila.Nos lembram

antiguidades, nos remetem ao passado, a moda antiga, ao rústico e simples.

Marrom é a cor da madeira, do café, do pão torrado. Pode trazer a idéia de

aconchego e proteção. Por isso é bastante utilizado em restaurantes e hotéis que

desejam passar esse sentimento a seus clientes.

Preto



Na cultura ocidental, preto é a cor da morte e da tristeza. Nos remete aos

sentimentos negativos, a falta de sorte e a escuridão. O preto também é associado

a cor dos piratas e anarquistas.

A cor das roupas dos protestantes do tempo da Reforma era preto, contrastando

com as roupas coloridas do catolicismo.

Desde a década de 70 o preto se popularizou como a cor da moda, da noite, da

diversão expressando elegância e estilo. No campo da tecnologia, o preto é a cor

preferida para produtos como câmeras, celulares e aparelhos de som, às vezes

outra cor entra na moda, como o cinza e o branco, mas o preto sempre ressurge.

Na África, preto representa a cor do seu povo, assim como em bandeiras dos

estados africanos. Lá é a cor da fertilidade e da prosperidade.

No budismo, preto é a cor da opressão. Na China, preto é a cor do "Yin" e simboliza o

inverno e a água.

Os egípcios vêem o preto como a cor do renascimento, da ressureição.

Os hebreus associam a compreensão com a cor preta.

Para os hindus, é a cor do declínio.

Cinza



Cinza é a cor intermediária entre o preto e o branco. É a cor da neutralidade e da

insignificância (porém um rato "cinza" para uma mulher não é tão insignificante

assim).

Cinza é a cor do dia chuvoso, da depressão. É a cor do passado, do antigo, velho.

Mesmo assim o cinza é um sinal de elegância. Um vestido cinza, uma blusa cinza, um

background cinza trazem um bom contraste. Objetividade e neutralidade também

podem ser associados ao cinza. Porém o uso excessivo do cinza pode deixar tudo

muito tedioso.

Muitas tribos indígenas da América do Norte encontravam a beleza no cinza.

Provavelmente por ser a cor das nuvens de chuva e extremamente bem-vindos por

eles. Para os hebreus é a cor da compreensão.

Branco



Na cultura ocidental, branco é a cor da pureza e da claridade. É a cor da objetividade e

da honestidade. É a cor da inocência e da paz. Médicos usam branco. Padeiros

também.

Porém, branco pode ser também para alguns a cor da morte (ao lembrarmos das

antigas mortalhas) e da aparição de espíritos (quem não conhece a história da

"mulher de branco"? )

Considerações Finais


O objetivo dessa matéria foi mostrar para você os sentimentos das principais cores.

Mas sabemos que existem milhares de cores e portanto milhares de combinações.

Convido você a observar a aplicação das cores no seu dia-à-dia e procurar saber o

porquê do uso delas. Através da análise dessas observações você irá conquistar a

cada dia um conhecimento sólido sobre o universo das cores.

Somente através do conhecimento e da prática conquistamos o total controle

sobre as criações gráficas. Por isso não deixe de investir suas horas em cursos,

vídeos, livros e matérias como


Ebook Bruno Ávila



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page